A Patinagem teve início em Portugal como meio recreativo e foi através de gincanas que alcançou interesse e proporcionou espectáculos cheios de beleza, sendo o sector feminino foi o que maior predominância exercia nos festivais que então eram realizados com bastante frequência.

Patinagem de VelocidadeNessas gincanas também os rapazes actuavam mas em saltos e provas de velocidade, reportamo-nos a 1912.

Todavia, não podemos deixar de salientar que houve nas Corridas em Patins duas grandes fases que correspondem a acontecimentos marcantes na vida da modalidade. A primeira corresponde a uma época que vai desde o início, mais ou menos regular da prática da modalidade até ao ano de 1953, onde se atingiu um nível técnico razoável que permitiu estabelecer raízes profundas, adquirindo a vitalidade necessária para resistir ao intervalo que mediou entre a primeira e a segunda fase, intervalo esse que se pode definir entre 1953-54 e 1978.

Em 1979, a Federação Portuguesa de Patinagem, liderada por José Castelo-branco, decidiu reiniciar as Corridas em Patins.

Dá-se assim início à segunda fase das Corridas em Patins, atingindo o momento áureo e com o aparecimento dos patins em linha.

Relativamente a esta segunda fase não podemos deixar de fazer referência a um dos principais obreiros e impulsionador deste êxito, estamos a falar de José António Neves de Carvalho que desde o inicio desta segunda fase se entregou de coração, para não dizer de alma, a todas as tarefas de organização a nível nacional e desenvolveu ligações importantes com dirigentes nacionais e internacionais por forma a elevar os conhecimentos em desta modalidade em Portugal.

A construção de pistas e a vinda de técnicos estrangeiros que colaboraram em acções de formação, contribuiu decisivamente para os bons resultados obtidos, com destaque para as três primeiras medalhas obtidas nos Campeonatos Europeus de 2002 pelas atletas Nicole Silva e Célia Gonçalves, que tiveram lugar em Portugal na cidade de Paços de Ferreira.

Finalmente o atleta Diogo Marreiros que conquistou pela primeira vez na história desta modalidade a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa realizado na Dinamarca, em Slagelse e Naestved, de 6 a 13 de Julho 2008.

O nome desta modalidade “Corridas em Patins” foi alterado para o nome de “Patinagem de Velocidade” e aprovado em assembleia-geral da Federação de Patinagem de Portugal.

 

 

fonte "site Associação de Patinagem de Lisboa"